parede feliz

vocês lembram que um tempo atrás eu postei sobre a parede da minha sala de tv, que estava sendo uma provação da minha sanidade persistência? pra quem não quer ler a ladainha toda, basicamente eu queria uma parede estampada e o resumo é esse:

eis que depois de umas três semanas (eu pegava uma horinha de cada dia pra colar um pouco de fita crepe na parede porque sa porra cansa), finalmente terminei a marcação da estampa na parede. o negócio é que eu comecei a fazer com um molde em papel e fui marcando e a cada losango que eu fazia, ia entortando um milímetro e no fim bastante coisa tava bem torta. no último dia só que eu percebi que sou uma anta (mentira, eu sempre soube, eu só percebi que fui uma anta maior nesse caso específico) e vi o jeito mais fácil de fazer a marcação: peguei a medida da linha do meio do losango, marquei na parede com o nível pra ficar bem retinho e depois só marquei os pontos. em quarenta minutos eu terminei uma parte da parede que eu levaria umas duas horas pra fazer.

anta

aceito uma roupa com animal print de anta

enfim, depois de muito sangue, suor e lágrimas, minha parede ficou assim:

2014-06-13 17.49.54

aí que a 3M mentiu pra mim e a fita específica para proteger paredes pra pintura deixa a tinta vazar. mas sabe, gente, minha parede já tava cheia de fita e eu já tinha sofrido muito, então eu tomei a única providência cabível: segui a dica que aprendi nesse vídeo e usei massa corrida pra proteger a área a ser pintada. ou seja, a parede toda. com. massa. corrida.

aí depois disso respirei fundo, esperei a massa corrida secar e pintei a parede mais demorada da história. no fim ela ficou assim, e me faz sorrir toda vez que eu to vendo tv e dou uma espiadinha nessa coisa linda 🙂

2014-06-21 14.31.44

 

ah, mesmo com a massa corrida, tem algumas partes que ficaram com algumas manchinhas e imperfeições, mas sabe, eu tenho seis graus de miopia e posso ignorar qualquer coisa que eu quiser nesse mundo, então escolhi deixar isso quieto enquanto não me incomoda 🙂

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “parede feliz

  1. Eh a minha Juju! Que herdou toda aquela maluca disposicao dos Baratto! Ainda bem que em algumas (muitas ) coisas puxou pra mim tambem, mesmo sem ter o sangue. LINDAPAREDELINDAJUJU!

    • oi Priscila! com certeza eu conseguiria com muuuito menos esforço, mas eu passei bem uns três meses procurando papel de parede, tecido e adesivo no brasil e no exterior (ebay/ali) e não achei nenhuma estampa que era exatamente o que eu queria, e tudo que eu gostava mais ou menos custava muitos dinheiros. no fim das contas, o que eu gastei nessa parede foram uns três rolos de fita crepe (uns 20 reais), a tinta e o corante (que eu comprei uma tinta branca de 18 litros pra pintar a casa toda e usei a mistura de tinta que eu já tinha pronta da outra parede que eu tinha pintado). como eu trabalho em casa, é relativamente fácil pra eu tirar umas duas horinhas por dia pra me dedicar a esse tipo de projeto estúpido trabalhoso e eu sou super pão dura, então acho que valeu a pena. mas uma pessoa mais normal poderia ser muito mais feliz com um papel de parede sim, haha 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s